O Sentido da Páscoa

02/04/2015 08:14:50

 

A Páscoa é um evento de ordem religiosa que precisa ser compreendido em toda a sua amplitude e abrangência espiritual. E a pergunta que mais se faz, e a resposta que menos se sabe é esta: Afinal, a Páscoa é para os judeus, para os cristãos, ou para ambos?

A Páscoa foi determinada para os judeus, marcando um rito de passagem: a libertação do povo de Israel do domínio egípcio. Essa libertação teve três aspectos: no primeiro aspecto, Deus preparou o terreno, ordenando dez pragas sobre o Egito, em ordem de dificuldades crescentes, as quais provaram ao faraó quem era Deus e quem eram os deuses do Egito. Faraó perdeu todas, e finalmente, convenceu-se de que nenhum poder seria mais forte do que o poder do Deus de Israel.

Enquanto preparava o terreno para a libertação objetiva, Deus deu ordens a Moisés para a libertação subjetiva. Esse foi o segundo aspecto. O povo de Israel era o povo de Deus e vivia oprimido sob o tacão de faraó, mas não era um povo santo, e por não haver santidade, precisava ser vindicado sob o sacrifício de animais.

Deus ordenou a Moisés o sacrifício do cordeiro pascal, dando detalhes acerca do cerimonial que culminaria com o sangue aplicado nos umbrais e na verga das portas, como sinal de redenção.

O terceiro aspecto trataria da efic&aacu...

Ler completo >>